Arquivo da categoria ‘Pensando Alto’

afogamento-morte espiritual

Final de tarde, ele sai um pouco mais cedo do seu trabalho para ir ao centro comercial para comprar uma blusa de moletom devido ao frio que chegara em sua cidade.
Ao parar sua moto em um bolsão qualquer, ele sai a pé e ao virar uma esquina se depara com uma nova loja, na verdade uma nova livraria e o que mais o alegrou era que a livraria era cristã, algo de grande valor para ele. Entretanto, como os minutos eram escassos pelo fato de que o comercio estava quase fechando, ele vai atrás de sua blusa, mas pensando em dar uma passada na livraria antes de ir embora.
Ele andou por algumas lojas e encontrou o que queria, comprou seu moletom e voltou em passos rápidos em direção a livraria e chegando lá…

Chegando lá, ele parou do lado de fora e por alguns longos minutos começou a passar os olhos nos livros e ao ler os títulos uma angústia pesou em seu coração, os títulos em destaque eram em sua predominância de auto-ajuda espiritual, a livraria possuía uma pluralidade livros de estrategias para se obter sucesso pessoal e “ministerial” e livros e mais livros de metodologias humanas para crescimento de rápido de igrejas entre outras coisas fúteis.
Ele não encontrou Jesus ali, ele não encontrou a doutrina dos apóstolos ali, ele não encontrou a verdadeira edificação espiritual ali, ele só encontrou o “homem no centro”.
Diante disso, sua cabeça explodiu e só conseguiu pensar na frase: Estamos em crise! (mais…)

Anúncios

Devaneios de um marginal

Certa feita ele parou por um instante e relembrou de sua história. Foi do início ao momento presente, reparando nas semelhanças encontradas em alguns momentos específicos.

Lembrou que um dia ele tinha vivido na margem da escuridão e com muitas lágrimas nos olhos foi levado por Deus a uma vida na luz. Sua primeira margem tinha sido rompida.

Com o tempo ele se percebeu novamente as margens, agora não mais das trevas, mas a margem da religiosidade, com os ombros caídos e as forças esvanecidas devido ao peso do fardo que lhe puseram teve que romper essa margem para que não sucumbisse diante o peso da hipocrisia que queria lhe matar.

Mais adiante num futuro presente, encontrou-se novamente a margem, angustiado e com a alma abatida, se percebeu distanciando-se do meio que outrora lhe alegrava, pois viu que uma praga havia chegado em sua vida, e essa praga atendia pelo nome de pragmatismo teológico. Com mãos e pés atados, não se submeteu ao sistema e se arrastou até o ponto mais longínquo que conseguiu encontrar, porém agora o que será dele? (mais…)

Um Quase Poema de um Ser Sem Contexto

Em meio a tantos textos ele se percebeu sem contexto.
Quando conseguia ler ele compreendia mais sobre si e quando ele não conseguia ler ele conscientizava-se de si, refletia sobre si e estranhamente descobria muito mais de si.

Diante dos muitos textos ele se sentiu nos corredores de um labirinto, virando pra direita, pra esquerda, subindo e descendo degraus parecia não saber onde estava, pois até as portas que foram encontradas para o desconhecido levava.

Seu contexto começou a gritar; lhe afirmando que distante do texto ditado ele estava, pois suas vogais, suas consoantes, suas silabas, suas palavras, suas orações nada se encaixava, nada condizia, contudo em meio a tudo isso mais de si mesmo ele desvendava.

Até que então um dia se espantou quando resolveu analisar a fundo o texto que o rodeava e que não tinha conseguido SER parte, então levado a pensar e divagando pela memória identificou que em toda sua história ele nunca tinha conseguido SER parte de um texto, pois seu contexto era outro, seu contexto ia além do posto, sem margens para o limitar era somente pelo diferente que conseguia andar, logo reconheceu SER sem contexto, seu SER não tinha contexto…

Certa vez na historia um pecador miserável que foi agraciado com o perdão de suas iniquidades, e inspirado pelo Espirito de Deus, exclamou uma verdade para ecoar nos ouvidos das gerações futuras: “Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!”.

Quem ouviu, compreendeu e vislumbrou a beleza dessa glória intrínseca de Deus não consegue mais ouvir outra coisa, todo o mais se torna um ruído, os ouvidos doem quando a glória de Deus é deixada de lado nos louvores e pregações que nada mais fazem que usurpar essa glória ao atribuírem aos esforços humanos um destaque em tudo.

Os ouvidos doem! (mais…)

Como já havia postado há alguns meses atrás, eu sofri um acidente de moto, e hoje quero trazer uma outra perspectiva acerca do mesmo fato, quero pensar sobre outro prisma e fazer algumas considerações:

1- Acidentes ocorrem ao acaso: um acidente na maioria das vezes ocorre de maneira inesperada, casual, imprevista, é como um rapaz que sai de casa com sua moto em uma terça a tarde pra ir ao banco e no caminho de volta uma moça dirigindo um carro decidi virar em cima da hora e o fecha, e na colisão ele é jogado pra longe e na queda o rapaz rompe o ligamento do ombro esquerdo entre outras escoriações e cortes pelo resto do corpo. O carro ficou com a porta do lado do motorista toda amassada e a moto com o guidão torto, as manetes quebradas e a pintura e algumas peças de borracha raladas pelo asfalto. Com certeza nem a moça do carro e nem o rapaz da moto desejavam se envolverem em um acidente e terem prejuízos financeiros e físicos, ninguém escolheu viver a fatalidade, mas ela ocorreu e não há como voltar atrás e mudar isso, agora independente de inocentes e culpados ambos pagarão de alguma forma.

2- Acidentes podem ser evitados? É claro que ninguém sai de casa com a intensão de causar um acidente de trânsito não é mesmo? Porém, muitas pessoas devido à imprudência, a falta de respeito e de bom senso acabam que dando vasão para que coisas ruins aconteçam com elas e com terceiros, no caso do acidente acima a falta de cuidado e atenção da moça do carro trouxe consequências para o rapaz da moto, portanto, acreditem acidentes podem ser evitados quando nos policiamos e nos mantemos atentos e vigilantes procurando eliminar de nossas vidas pequenas escolhas/atitudes/pensamentos que podem causar males em terceiros ou em nós mesmos. (mais…)

Estamos chegando ao final de mais um ano, 2014 começa a ter cara de despedida e pra mim esse fim de ano vai ser bem diferente, pois vou passar essas próximas semanas em casa sem poder fazer muita coisa porque exatamente  há uma semana  atrás no dia 21 de outubro de 2014 as 13h50 aproximadamente eu estava sofrendo um acidente de moto; fui fechado por um carro que estava na minha frente e que decidiu virar de supetão e sem dar seta, tentei frear e desviar mas não houve tempo suficiente e a colisão aconteceu onde cortei meu antebraço direito (levei 10 pontos) me ralei quase todo, alguns roxos enormes pelo corpo e o mais grave; rompi o ligamento do osso do meu ombro esquerdo que vai necessitar de uma cirurgia para ligar novamente o ligamento rsrs, cirurgia que será realizada nessa quinta-feira (30/10) e devido a este acontecimento estarei de “molho” por volta de 60 a 90 dias, ou seja neste ano não trabalho mais e vou passar a maior parte do tempo em casa.

E deste ocorrido o que me chamou a atenção foi que em menos de 6 minutos na mesma rua, eu já tinha levado duas fechadas em locais diferentes e por pessoas diferentes (parecia um aviso), sem dúvida era pra esse acidente acontecer, diferente do que muitas pessoas pensam mas Deus é Soberano e Todo Poderoso ou seja nada acontece se por Ele não for designado, os propósitos e pensamentos de Deus são inatingíveis por nós pecadores falhos.

Bom, e o que tem haver o final do ano com este acidente sr. Pedro? (mais…)

dente-de-lec3a3o-thumb-600x357-271471

 

Há mais ou menos dois meses atrás um fato inusitado aconteceu comigo, onde pude ter um momento de reflexão acerca da vida e relembrar o quanto ela é frágil, passageira e imprevisível.

Aconteceu em um sábado à tarde. Minha prima que morava praticamente na frente da minha casa estava para se casar em poucas horas e um ar de festa, de alegria e muita paz pairava sobre aquela casa, porém em minha casa o clima não estava tão alegre, embora estávamos felizes pelo casório também estávamos tristes, pois o irmão da minha mãe um tio muito querido por mim e por toda nossa família estava já há algum tempo em coma induzido na UTI devido a uma sequência de 7 AVC’s que ele havia tido (Hoje enquanto posto esse texto ele já se encontra fora de risco e em processo de recuperação em sua casa, graças ao Eterno), os médicos  diagnosticavam uma morte eminente e já nos tinham  dado o recado de que era para a família se preparar para o pior, com isso o que imperava em casa era o silêncio, um contraste entre a fé e a racionalidade, entre esperança e desespero, entre o que seria a vontade de Deus e a nossa vontade; apenas um silencio em meio a espera pelo veredicto de Deus… (mais…)

No lixo, há dor.
No luxo, há dor.
No lixo ou no luxo o ardor…

No lixo encontra-se a ignorância
No luxo encontra-se a ilusão
No lixo ignora-se à Deus
No luxo equivoca-se o Deus,
Sim há deus, eu sou deus!

O lixo naturalmente se decompõe.
O luxo fatalmente se deteriora. (mais…)

Pensando Alto #5 - Um punhado de papéis e um amontoado de historias

 

Hoje por algumas horas passei por uma seção de nostalgia, encontrei em uma das minhas pastas que ficam postas no livreiro do meu quarto um punhado de papeis com letras garranchadas, escritas em preto, azul, vermelho e lápis de lição e também com cores florescentes, riscos, traços, flechas, palavras e mais palavras, páginas e números em inúmeros papeis misturados, dentre eles alguns eram também “formais”, estavam impressos e eram oriundos de um documento do Microsoft Word alinhado, justificado e formatado. Porém tudo isso estava sem ordem “cronológica” sem uma sucessão continua e ordenada dos dias em que foram escritos, sem as horas os minutos e os segundos eram apenas dados, informações, instruções, esboços e pensamentos onde alguns foram revelados, outros guardados e outros esquecidos e que nunca serão lidos, mas em contraste existe aqueles textos que foram explicados, comentados, publicados e até declarados em alta voz perante várias pessoas e algumas dessas palavras ecoaram por lugares e fizeram levantar, fizeram chorar, fizeram sorrir, fizeram persistir e fizeram acreditar, fizeram pessoas fazerem coisas boas, ao próximo e a si também.  (mais…)

puzzle

Por estes dias estive pensando um pouco acerca da vida humana sobre nossa capacidade de pensar, inventar, projetar, inovar, organizar, enfim a capacidade de construir, sim, construir tanto objetos que facilitam o nosso dia a dia como o de construir os pensamentos que conduzem a sociedade e também os pensamentos individuais que servem como diretrizes pra cada indivíduo em seu tempo de existência nesse mundo, embora todos os homens tenham a mesma “cara” o mesmo “design” o homem age de forma totalmente diferente dos outros seres vivos que por sua vez estão limitados a fazerem as mesmas atividades de forma repetida por toda a sua vida e gerações, por exemplo uma abelha sempre será uma abelha podem passar séculos e mais séculos ela produzira o mel da mesma maneira, pois isto está intrínseco em seu DNA, o leão sempre será um leão, o urso sempre será um urso, um pássaro sempre será um  pássaro…

(mais…)