Posts com Tag ‘Células’

coracao_mda_site

Para entender melhor ou complementar seu conhecimento sobre esse assunto, aconselho você a ler os outros posts que estão tratando de aspectos contidos nessa “visão” sobre células e discipulado que viralizou entre as igrejas.

Post #01 > Sobre a diversidade dos dons e a unidade do Corpo de Cristo: Coisas para se pensar antes de abraçar a “visão” MDA #01.
Post #02 > Sobre líderes precoces: Coisas para se pensar antes de abraçar a “visão” MDA #02.

Hoje o nosso tema será:

Sobre os Valores Invertidos do Evangelismo

Romanos 1:16-17 (ARA) nos diz:

“16 Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego;
17 visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.”

Devido à maneira como as pessoas têm se relacionado com o evangelho e o evangelismo dentro do contexto da visão do MDA a pregação do evangelho está sendo substituída, se assim podemos dizer, por um “evangelismo social” devido ao método aplicado para se alcançar pessoas. Ao evangelizar, os membros ou os líderes das células chamam as pessoas pra perto de si para se tornarem amigas, depois levam para as reuniões da célula onde a pessoa “evangelizada” será enturmada com os demais membros, participará de muitos momentos de lazer, e após estar socialmente feliz e satisfeita a pessoa será levada ao culto no domingo, no prédio da igreja o pastor responsável pela pregação é que vai basicamente evangelizar a pessoa através da ministração.

Não se deve descartar que aproximar pessoas é fundamental no evangelho, pois em todo o contexto da igreja primitiva, viveu-se em pequenas comunidades onde todos eram conhecidos de todos, mas o ponto que deve ser pensado é: As pessoas estão tendo suas vidas mudadas pelo evangelho e estão indo à igreja em busca de Deus? Ou as pessoas estão felizes por terem amigos, por participarem de lanches coletivos às quartas-feiras e por fazerem passeios e churrascos e etc.? Ou seja, as pessoas estão apenas buscando ser aceitas socialmente e isso será suficiente pra elas independente do evangelho?  (mais…)

coracao_mda_site

 

Para entender melhor como esse assunto se iniciou, aconselho você ler o primeiro post sobre a “visão” do MDA clicando no link > Coisas para se pensar antes de abraçar a “visão” MDA #01.

Pois bem, no post de hoje iremos expor mais um ponto bíblico importante negligenciado pelo MDA, que seria:

Sobre líderes precoces:

 1 Timóteo 3:1-12 (ARA):

“1 Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja.
2 É necessário, portanto, que o bispo seja irrepreensível, esposo de uma só mulher, temperante, sóbrio, modesto, hospitaleiro, apto para ensinar;
3 não dado ao vinho, não violento, porém cordato, inimigo de contendas, não avarento;
4 e que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito
5 (pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?);
6 não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo.

7 Pelo contrário, é necessário que ele tenha bom testemunho dos de fora, a fim de não cair no opróbrio e no laço do diabo.
8 Semelhantemente, quanto a diáconos, é necessário que sejam respeitáveis, de uma só palavra, não inclinados a muito vinho, não cobiçosos de sórdida ganância,
9 conservando o mistério da fé com a consciência limpa.
10 Também sejam estes primeiramente experimentados; e, se se mostrarem irrepreensíveis, exerçam o diaconato.
11 Da mesma sorte, quanto a mulheres, é necessário que sejam elas respeitáveis, não maldizentes, temperantes e fiéis em tudo.
12 O diácono seja marido de uma só mulher e governe bem seus filhos e a própria casa.
13 Pois os que desempenharem bem o diaconato alcançam para si mesmos justa preeminência e muita intrepidez na fé em Cristo Jesus.”

Não quero entrar no mérito de cargos e posições dentro da igreja na esfera eclesiástica (Pastores, Presbitérios, Diáconos e etc.), o que quero é aproveitar o ensino contido nesses versos para alertar sobre a preparação das pessoas que exercem liderança, partindo do pressuposto de que o objetivo da visão do MDA é gerar líderes em larga escala, creio que este texto de 1 Timóteo pode ser muito útil, pois vemos nitidamente as “qualificações” que uma pessoa precisa ter para exercer liderança.

(mais…)

coracao_mda_site.jpg

De alguns anos pra cá podemos observar que na maioria das igrejas encontram-se placas com um coração colorido desenhado, esse logo tem o intuito de anunciar que aquela igreja possui células e que esta enquadrada na “visão” do MDA. Esse movimento tem crescido de forma gigantesca e trazido com sigo muitas, muitas coisas para serem pensadas e repensadas, pois essa metodologia de crescimento tem feito muito mais mau para o Cristianismo genuíno do que se pode imaginar…

Por isso, mediante a urgência de esclarecimento sobre o problema dos pressupostos desse movimento, iremos destacar alguns pontos bíblicos importantes que a “visão” do MDA em sua prática acaba se opondo o que consequentemente acaba fazendo com que esse sistema seja muito perigoso para a vida da Igreja de Cristo que pretende glorificar a Deus.

É importante abrir um parenteses aqui e salientar que este texto esta sendo escrito por alguém que fez parte desse sistema liderando células, multiplicando, “discipulando” e obedecendo fielmente a todas os princípios que são “os mandamentos” para uma célula “saudável” (bem sucedida) por um período de quase três anos. Outro aspecto importante para a leitura deste texto é que não iremos expor (pelo menos por enquanto) todos os detalhes da “visão” do MDA, mas sim pontos bíblicos que essa metodologia ignora e contradiz distanciando as pessoas da verdade.

O primeiro ponto a se pensar é:

Sobre a diversidade dos dons e a unidade do Corpo de Cristo

Efésios 4: 7-16 (ARA) nos diz:

7 E a graça foi concedida a cada um de nós segundo a proporção do dom de Cristo.
8 Por isso, diz: Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens.
9 Ora, que quer dizer subiu, senão que também havia descido até às regiões inferiores da terra?
10 Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas.
11 E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres,
12 com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo,
13 até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo” (mais…)