Posts com Tag ‘Humildade’

Hoje tive a oportunidade de ler o livro Perfil de Três Reis, este que foi um presente de um grande amigo que ouviu um pouco sobre minha historia.

O livro foi de uma utilidade enorme, fui confrontado a refletir, e a voltar a situações que passei há alguns anos atras e que geraram muitas coisas em mim, tanto boas como terrivelmente ruins e as consequências ou “sequelas” desse tempo que ainda ecoam nos dias de hoje. Indico esse livro a todos que já foram perseguidos por irmãos cristãos, que sofreram nas mãos de legalistas, que sofreram danos em sua alma causados pela instituição igreja e que também foram de alguma forma acusados, julgas e condenados injustamente. Esse livro é um despertar ao convite de nos submetermos a vontade de Deus e de nos rendermos a sua sabedoria e providencia…

Deixarei abaixo, um pequeno trecho para a reflexão:

“Deus possui uma universidade. É pequena. Poucos matriculados. Menor ainda é o número de graduados. De fato, muito, muito poucos. Deus possui essa escola porque ele não tem homens quebrados. Mas tem vários outros tipos de homens. Ele possui homens que dizem ter a autoridade de Deus… mas não a têm; homens que se dizem quebrantados… mas não são. E homens que são autoridade de Deus, mas que, na verdade, são loucos, não quebrantados. E ele tem, dolorosamente, uma mistura espectroscópica de tudo quanto há entre esses extremos. Ele tem em abundância tudo isso mas; homens quebrantados são raros.
Na santa e divina escola da submissão e do quebrantamento, porque não somos tão poucos alunos? É porque todos os que se encontram nas escola tem de sofrer muita dor. E como você pode conjeturar, é freqüentemente o dirigente não quebrantado (escolhido soberanamente por Deus) quem determina o castigo. Davi foi aluno nessa escola, e Saul foi o instrumento escolhido por Deus para esmigalhar Davi. À medida que a loucura do rei aumentava, crescia o conhecimento de Davi. Ele compreendia que Deus o tinha colocado no palácio do rei sob legítima autoridade.
A autoridade do rei de Saul não é legítima? Sim, autoridade escolhida por Deus. Escolhida para Davi. Autoridade não quebrantada, sim. Mas divina em ordenação, apesar de tudo.
Sim isso é possível.
Davi respirou fundo, submeteu-se às ordens do seu rei louco e foi descendo cada vez mais fundo na estrada do seu inferno terreno.”

EDWARS, Gene. Perfil de Três Reis: Cura e Esperança para Corações Quebrantados. 2ª Edição. São Paulo: Editora Vida, 2007. p. 26,27.

 

“Em primeiro lugar, há a ortodoxia arrogante. Podemos estar certos em nossa doutrina e ao mesmo tempo ser rudes e antipáticos, presunçosos e desrespeitosos em nossas palavras e atitudes.

Se alguém pensa que a ortodoxia arrogante não existe, essa pessoa nunca leu certos comentários de alguns blogs cristãos. Um dos erros frequentemente cometidos por nós cristãos é que aprendemos a repreender como Jesus, mas não a amar como Jesus. Às vezes se tem a impressão de que quase todos os que se importam com a doutrina são rudes e severos. Infelizmente, a ortodoxia arrogante é a caricatura que muitas pessoas de nossa cultura têm de qualquer cristão com convicções bíblicas definidas e defendidas com firmeza.

Outras opção popular é a heterodoxia humilde. A heterodoxia é um desvio da ortodoxia. Por isso, o heterodoxo humilde é aquele que abandona algumas das crenças cristãs históricas, mas é uma pessoa muito legal, alguém com quem você gostaria de tomar um café.

Essa é a pessoa que não ousa ofender descrentes ou a cultura em geral e, em nome da inclusão, da gentileza e de uma mentalidade aberta, aprece aceitar praticamente qualquer ensino. Essa abordagem evita conflitos. Superficialmente parece ser bem cheia de graça e até compassiva. Todavia, será que é fiel? Uma música escrita por Steve Taylor diz o seguinte: “You are so open-minded that your brain leaked out” [Você tem a mente tão aberta que o seu cérebro vazou]. Bem, alguns de nós desejam tanto parecer humildes, que toda nossa fidelidade bíblica acaba vazando.

Assim, quando penso na ortodoxia arrogante, tenho de perguntar: será que a boa doutrina nos leva necessariamente a ser contestadores e arrogantes?

E, quando penso na heterodoxia humilde, minha pergunta é: humildade, bondade e envolvimento com a cultura que nos cerca precisam diluir nossas convicções?

Creio que a resposta para ambas as perguntas é: não. Podemos – e devemos – adotar uma ortodoxia humilde.

Ortodoxia Humilde: Devemos nos importar profundamente com a verdade e também devemos defender e compartilhar essa verdade de forma compassiva e humilde.”

wpid-wp-1405041167011.jpeg

Referência Bibliográfica:

HARRIS, Joshua. Ortodoxia humilde: defendendo as verdades bíblicas sem ferir as pessoas. São Paulo: Vida Nova, 2013. p 21 – 24.