Posts com Tag ‘Amor’

 

pedroalinecasamento-relacionamento-critsao-esperrar-casamento

E o grande dia chegou, dez de dezembro de 2016, foi o dia em que pude me unir com a minha digníssima e neste dia aconteceram diversos feitos do Senhor, várias providências e durante toda nossa historia foram vários os milagres, porém por hoje quero apenas deixar aqui os  meus votos, quero deixar por escrito tudo aquilo que Deus me concedeu para falar a minha rara e singular esposa.

E também que esses votos sejam um memorial para mim mesmo, pois virá uma vida inteira ainda pela pela frente e, muitas coisas para serem vividas e além disso, que eles sirvam de algum modo para os jovens cristãos que desejam e buscam um relacionamento saudável e agradável a Deus…

(mais…)

Anúncios

elderly-old-couple-in-love-walking-street

Um dia, no começo da minha vida cristã eu imaginava como seria a mulher ideal para estar ao meu lado e ser minha ajudadora. Incrível é que a cada nova experiência com a bíblia eu mais me descobria errado e mais encontrava em mim limitações e mais descobria que tudo o que eu queria naquele primeiro momento na verdade não fazia sentindo no momento posterior.

Como uma metamorfose ambulante. Caminhei por algum tempo, ou melhor por alguns anos e devido aos meus deveres no ministério aconselhei vários casais e nesse tempo eu ensinei muitas pessoas e hoje vejo a maioria delas casadas ou se casando, porém eu mais aprendia do que ensinava, pois conheci as mais diversas pessoas, com as mais diversas características e com as mais diversas “loucuras”, cada um à sua maneira me ajudava a expandir meu olhar para o quão fraca e frágil é nossa humanidade e ao mesmo tempo o quão belo e vivificante era ver os amores superando as limitações e obstáculos que essa fraqueza colocava em seus caminhos.

Aprendi tanta coisa e desaprendi tantas outras, mas o que era, e ainda é paradoxal é que ainda há em mim a sensação de que nada sei de relacionamento, ou melhor que ainda há muito a ser aprendido nessa curta longa jornada da vida.

Diante disso, observo e absorvo algumas coisas: relacionar-se é se despir para o aprendizado diário, relacionar-se é passar por confrontos internos, relacionar-se é viver momentos de pura fragilidade, entretanto o grande valor disso tudo é se atentar há uma coisa que deve ser feita com seriedade e debaixo da vontade de Deus, e essa coisa se chama ESCOLHA, deve-se escolher uma pessoa, e manter-se convicto de que vale apena perseverar e lutar por ela, pois quando essa escolha estiver estabelecida em seu coração, você verá um grande valor na pessoa escolhida independente de circunstancias exteriores e verá na imperfeição dela as suas próprias imperfeições e aprender a identificar  a imperfeição é agredir o próprio ego para colocá-lo em seu devido lugar, assim também os dois poderão ver o quanto ambos necessitam da graça de um Deus perfeito, pois os momentos de erros, de tristezas, de decepções servirão como um lembrete de que ambos necessitam dEle. Relacionar-se com o outro é a metáfora poética dos altos e baixos da vida cristã, ora cheia de força e vigor e ora acompanhada de falhas e fraquezas, mas nunca abandonada, pois quem escolheu amar primeiro foi Deus e essa segurança nos leva sempre adiante, sendo assim a escolha e demonstração dessa escolha de amar alguém pode ajudar a fazer com que ambos continuem em pé e caminhando. (mais…)

Por ocasião de uma data especial no meu relacionamento, um poema sobre a beleza e significado do amor…

Lua Mensageira de Deus

Lua que traz luz pras noites escuras,
Lua que viu a historia, minha e sua,

Hoje comemora um ano que se passou,
Um ano que se completou,
Um ano desde daquela noite em que testemunhou
O novo passo do nosso amor.

Ah Lua!
Será que você contemplou outras historias de amor?
Lua, Lua quantas vezes sera que você já ensinou sobre o amor?
Parece loucura dizer que você Lua,
Além de ser tão bela é uma ótima mensageira de Deus?
Que ensina aos casais o proposito do amor?

Lua que brilha em noites escuras,
Que dá luz para se enxergar o caminho
Venha nos ensinar,

Que por mais que sua luz seja tão agradável,
Sua luz na verdade não é sua,
Lua sábia, que ao invés de querer gerar a própria “glória”,
Apenas reflete a luz que não é sua,
Reflete então a luz de alguém maior, o Sol,
Ele que esta lá no céu, mas que não pode ser visto na noite
Alcança pessoas iluminando historias através de você Lua!

(mais…)

Em um bate papo curto John Piper, Don Carson e Tim Keller compartilham conosco princípios fundamentais para um casamento feliz e durador e revelam a grandeza do significado dessa união que foi instituída por Deus…

abaixo, um frase desse dialogo:

“[…] a aliança feita neste dia sustenta o amor, e não o amor, a aliança..”

Confira o vídeo:

Segue abaixo, um pequeno trecho do livro que comecei a ler nessa semana:

“A palavra ortodoxia se refere ao pensamento correto sobre Deus. Diz respeito à crença e o ensino baseados nas verdades da fé, verdades consolidadas, comprovados e tidas em alta conta. São aquelas verdades que não mudam. Elas são um prumo que nos mostra como pensar com retidão em um mundo tortuoso. São ensinados claramente na Escritura e afirmadas nos credos históricos da fé cristã:

– Há um só Deus que criou todas as coisas.

– Deus é triúno: Pai, Filho e Espírito Santo.

– Jesus é o eterno filho de Deus nascido de uma virgem.

– Jesus morreu como substituto, pelos pecadores para que fossem perdoados.

– Jesus ressuscitou dos mortos.

– Jesus retornará um dia para julgar o mundo.”

wpid-wp-1405041167011.jpeg

Referência Bibliográfica:

HARRIS, Joshua. Ortodoxia humilde: defendendo as verdades bíblicas sem ferir as pessoas. São Paulo: Vida Nova, 2013. p 18.

 

Blaise Pascal

Publicado: maio 1, 2014 em Imagens
Tags:, , ,

Blaise Pascal

“Através de seus próprios atos em vida Jesus deu mostras de que não discriminava prostitutas, funcionários acusados de corrupção e adversários políticos do povo. Mas ele vai além: ele diz que um perdulário que esbanjou toda a sua herança ou um servidor público que tenha se apoderado do erário são justos diante de Deus, bastando para isso que voltem para Ele e implorem perdão, tamanha é a generosidade da sua misericórdia.
Mas ele vai mais além, veja só, e agora preste muita atenção: Jesus disse que tais “pecadores” são mais justos aos olho de Deus – e mais dignos do seu perdão – que os impolutos fariseus em finas vestes de seda que andavam de um lado para o outro orgulhosos da sua pretensa pureza.
Jesus adverte, porém, que nenhum homem deve considerar a misericórdia divina um bem garantido. Nós não podemos salvar-nos a nós próprios. (Isso muitos gregos também achavam!) Quando Jesus profere seus rígidos princípios éticos durante o Sermão da Montanha, ele quer demonstrar não apenas qual é a vontade de Deus, mas também que nenhum homem é justo perante Ele. A misericórdia divina não conhece fronteiras, mas para isso devemos nos voltar para Deus e implorar seu perdão. […] Jesus conseguiu empregar de modo genial o idioma da sua época, ao mesmo tempo que deu a jargões antigos um novo significado, bem mais amplo. Não foi à toa que acabou sendo crucificado. Sua doutrina de salvação radical contrariou tantos interesses e pôs em xeque tantos poderosos que eles simplesmente quiseram eliminá-lo.
Quando lemos sobre Sócrates, vimos que apelar à razão humana pode ser perigoso. Com Jesus vemos como é perigoso pretender dos outros que demonstrem amor ao próximo de maneira desinteressada, bem como que perdoem da mesma maneira. Hoje em dia mesmo podemos ver como Estados poderosos ameaçam ruir quando confrontados com demandas tão simples como paz, amor, comida para quem tem fome e perdão para seus inimigos políticos.”

 

 

Citação - O Mundo de Sofia, Romance da Historia da Filosofia - Jostein Gaarder

 

Referência Bibliográfica:

GAARDER, Jostein. O mundo de Sofia: Romance da História da Filosofia. 1 ed. São P-aulo: Companhia das Letras, 2012. p. 176-177.

 

Introdução: Usaremos o exemplo da maturidade dos discípulos que andaram ao lado de Jesus. No começo do discipulado eles cometeram grandes falhas, meteram os pés pelas mãos, questionaram, foram incrédulos e etc, mas com o tempo foram aprendendo e abandonaram os erros cresceram e entenderam a essência do que Jesus ensinava e se tornaram grandes homens de Deus. E você já entendeu a essência do discipulado? Você já se sente um Cristão maduro?

Bom, vamos olhar para algumas situações que aconteceram na vida dos 12 discípulos de Jesus e comparar com a nossa vida, escolhi abordar apenas três, pois são os sintomas que creio serem os mais nítidos nos cristãos de nossos dias.

1)    O DESEJO DE SER RECONHECIDO.
(De ser grande e de estar em evidencia). (mais…)

Ao lermos 1 Coríntios 12 vemos o Apóstolo Paulo ensinando a igreja sobre as diferentes formas  de Deus atuar, sobre os diferentes dons que Deus concede a cada um dos seus; veja:
“Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. Há  diferentes formas de atuação, mas é o mesmo Deus quem efetua tudo em todos. A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum.”  (1 Co 12:4-7) 
Vemos também Paulo fazendo uma comparação entre Cristo e a Igreja como um corpo, onde ele ressalta com bastante clareza, que (mais…)

John Wesley (Imagem)

Publicado: abril 18, 2013 em Imagens
Tags:, , ,

John Wesley