Posts com Tag ‘Somente a Escritura’

Hoje trago um trecho do livro: “JOÃO CALVINO: AMOR À DEVOÇÃO, DOUTRINA E GLÓRIA DE DEUS” publicado pela Editora Fiel. Este livro têm me edificado muito e mexido com meu coração a cada frase, a cada parágrafo, a cada capítulo, pois tenho encontrado uma porção da graça de Deus que me confronta e me molda a cada leitura.

Deixo abaixo, um trecho com palavras muito relevantes para nossos dias, nos alertando sobre a importância de zelarmos pelas Escrituras:

“No ponto de vista de Calvino, tudo que não tivesse a palavra de Deus como seu fundamento era vã glória fútil e efêmera. E o homem que não dependia das Escrituras tinha de ser destituído de seu título de honra. Calvino acreditava que o pregador não tinha nada a dizer além das Escrituras. Restringindo-se às Escrituras, Calvino escreveu: “Quando estamos no púlpito, não trazemos conosco nossas imaginações ou sonhos”. O reformador de Genebra estava convicto de que quando os homens se afastam, em menor grau da Palavra de Deus, não podem pregar outra coisa, exceto mentiras, vaidades, imposturas, erros e enganos”. Calvino afirmou: “há uma regra prescrita para todos os servos de Deus: não tragam suas próprias invenções, mas simplesmente entreguem, como que de mão a mão, o que receberam de Deus”. Calvino acreditava que quando a Bíblia fala, Deus fala. Este era o alicerce inabalável da pregação de Calvino – a pregação fiel das Escrituras.”

livro-amor-devocao-doutrina-gloria-deus

Referência:

Parsons, Burk. João Calvino: Amor à Devoção, Doutrina e Glória de Deus. 1ª Edição. São José dos Campos: Editora Fiel, 2010. p. 97.

Anúncios